Pelo décimo ano consecutivo, o Instituto Cervantes organiza o Festival de Culturas Ibero-americanas.

Um evento que conta com o apoio de inúmeras embaixadas e entidades ibero-americanas e que tem por objetivo mostrar à sociedade sueca a riqueza, a variedade e a qualidade das suas culturas. Para o efeito, o tema principal deste ano centra-se em tornar visível a influência das comunidades africanas na arte e na cultura ibero-americanas.

Entre o final de agosto e meados de novembro, os interessados ​​poderão desfrutar do património cultural da comunidade ibero-americana, especialmente através do cinema, da literatura e da música.

Um programa que permitirá conhecer melhor os aspetos que unem as culturas ibero-americanas, bem como os aspetos que as tornam únicas e diversas.

-----

HORÁRIO:

Todos os eventos começam às 18h30.

LOCALIZAÇÃO:

Sala de eventos do Instituto Cervantes em Estocolmo

RESERVA:

Entrada livre.

------

IBEROAMÉRICA, 31/08 Cinema. Documentário.

Gurumbé. Canciones de tu Memoria Negra (2016) Miguel Ángel Rosales.

Este documentário resgata a história esquecida da escravatura africana na Península Ibérica e na América, destacando o protagonismo que os escravos, juntamente com outros grupos marginalizados, tiveram nas nossas história e cultura. Com a exploração comercial da América, milhares de africanos são trazidos para Espanha e Portugal para serem vendidos como escravos. Alguns serão exportados para as colónias e outros permanecerão nas cidades portuguesas e espanholas. Estes últimos formarão uma população que irá ganhar o seu lugar na sociedade, enfrentando desde o início os obstáculos da sua condição de escravos e dos fortes preconceitos raciais.

PORTUGAL, 20/09 Cinema. Documentário.

Kuxa Kanema: O nascimento do Cinema (2003) Margarida Cardoso.

Um documentário sobre o nascimento do cinema em Moçambique que, a partir de vários testemunhos diretos, recupera a trajetória de um ideal de nação, juntamente com “um cinema para o povo ", e com os sonhos daqueles que acreditaram que Moçambique poderia um dia vir a ser um país diferente.

PANAMÁ, 21/09 Cinema. Documentário.

Una noche de Calypso (2017) Fernando Muñoz.

Através do concerto de um grupo de calypso panamenho, o documentário percorre as origens, história e herança desse ritmo musical no Panamá. O filme valoriza a contribuição de um género musical que não esquece a sua carga política, social e histórica.

EL SALVADOR, 28/09 Cinema. Documentário.

Pieza de Indias. Africanos en El Salvador (2013)  Marvin Aguilar.

Este documentário narra a história de como os espanhóis trouxeram africanos para a América e como se enraizou a descendência africana em El Salvador. O argumento desta produção cinematográfica baseia-se em estudos realizados sobre a identidade afro-salvadorenha por vários investigadores, cujos resultados permitiram ao realizador, Marvin Aguilar, situar os afrodescendentes como protagonistas desta produção audiovisual, mostrando assim a raiz da mestiçagem salvadorenha.

MÉXICO, 04/10 Cinema. Curtas-metragens. INHA

A Embaixada do México apresenta uma seleção de seis curtas-metragens que refletem as diferentes expressões do património cultural das cidades e comunidades afro-mexicanas, bem como temáticas relacionadas com os problemas sociais, culturais e económicos que enfrentam. Os materiais apresentados foram produzidos pelo Instituto Nacional de Antropologia e História (INHA) e cineastas afro-mexicanos.

COLÔMBIA, 06/10 Cinema. Longa-metragem

Keyla, Un Tesoro por encontrar (2017)Viviana Gómez Echeverry.

O filme retrata a vida de Keyla, uma adolescente que vive numa pequena ilha do Caribe colombiano (Providencia), e cujos problemas são desencadeados pelo desaparecimento do seu pai nas ondas vertiginosas do mar: um mar de sete cores que traz com ele tesouros que só a protagonista será capaz de desvendar.

ESPANHA e AMÉRICA, 11/10 Música. Concerto

Jordi Sabatés: Maverick y Rostros Afroamericanos.

O pianista espanhol Jordi Sabat interpretará algumas das suas obras editadas no disco Maverik e uma seleção de obras dos seus registos discográficos: Jordi Sabatés - Solos de piano y duets de Jordi Sabatés y Santi Arisa; A propósito de Bola de Nieve; e The Ragtime Dance. Jordi Sabatés recuerda a Scott Joplin. O concerto reunirá alusões explícitas a estilos de jazz clássico, pouco interpretados hoje em dia, como o blues, o boogie-woogie, o ragtime e o stride-piano. 

ESPANHA, 18/10 Música. Concerto

Mudéjar. La huella de Al-Ándalus.

Begoña Olavide (canto, harpa medieval, pandeireta y castanholas) e Javier Bergia (canto, guitarra, derbuka y cántaro) evocarão musicalmente esse país real e mítico que foi o Al-Ándalus e onde coabitaram muçulmanos, judeus e cristãos na Idade Média. Peças musicais que foram transmitidas pela tradição oral e que ainda hoje ressoam no ar. 

REPÚBLICA DOMINICANA, 19/10 História. Conferência.

Presença e influência de África na Cultura da IberoAméricaCelsa Albert Batista.

A investigadora Celsa Albert Batista explicará a presença e o contributo de africanas e africanos na ilha Bohío - La española - Santo Domingo desde o final do século XV, para depois trabalhar e aproximar o afro do ponto de vista espiritual e religioso, culinário, na música, na dança e bailes, na iconografia, entre outros aspetos.

ARGENTINA, 25/10 Cinema. Curtas-metragens.

A Embaixada da Argentina apresenta uma seleção de sete curtas-metragens que refletem as diferentes expressões do património cultural das cidades e comunidades afro-argentinas, bem como a sua contribuição para a história e cultura do país. Esta compilação foi efetuada pelos Ministério da Cultura e Ministério da Educação, para além do “Unicanal Rosario”, com o objetivo de dar visibilidade e promover a identidade afro-argentina, afrodescendente e africana na Argentina.

PERU, 01/11 História. Colóquio. Dança. Dança tradicional.

Um sentimento e ritmo afro-peruanos.

Apresentação de duas expressões culturais que se formaram com influência da experiência da comunidade afrodescendente no Perú. Terá igualmente lugar um diálogo em direto por Zoom com um representante da referida comunidade em Lima, uma dança tradicional e um pequeno doce representativo da cultura culinária afro-peruana.

BRASIL, 02/11 Cinema. Documentário.

Coisa mais linda. Histórias e Casos da Bossa Nova (2005)   Paulo Thiago.

O documentário de Paulo Thiago faz o retrato histórico, musical e informativo do nascimento do género musical da Bossa Nova nos anos 50.  Este movimento musical alcançou o seu apogeu em 1962, quando se internacionalizou definitivamente graças a um concerto realizado no Carnegie Hall (Nova Iorque).

AMÉRICA LATINA, 23/11 Música. Concerto

Tambalagumbá - una mirada a las influencias africanas en la música barroca de América Latina.

O grupo Ensemble Villancico, dirigido por Peter Pontvik, conduz-nos pelo mundo da música barroca latino-americana. Uma fusão de culturas e tradições: indígena, espanhola e africana. O Ensemble Villancico é atualmente considerado um dos mais importantes intérpretes mundiais da música antiga da América Latina, reunindo vozes nórdicas com o espírito da música barroca latino-americana.

  • Partilhe